08 julho, 2010

Castrar é um ato de amor.

 

Recem chegado ao Abrigo, recebeu os cuidados da Dra. Simone e Rafael, voluntários na castração dos animais do Augusto Abrigo.

Os animais se reproduzem em progressão geométrica, ou seja, uma cadela não castrada e seus descendentes gerarão cerca de 60.000 (sessenta mil!) filhotes em apenas seis anos. Quando falamos de gatos o número salta para 420.000 (quatrocentos e vinte mil!) novos animais! Cadelas se reproduzem a cada 06 meses, as gatas a cada 03 meses!

Não podemos pensar em acabar com o problema do animal abandonado sem pensar em castração em massa. A população de cães e gatos é crescente, dia após dia, mês a mês. São centenas de animais que nascem todos os meses, que não terão abrigo, sofrerão todo tipo de maus tratos, serão atropelados, ficarão doentes, passarão fome ou serão capturados pela carrocinha e sacrificados.

Que bondade há em esperar o animal nascer para matá-lo?
Não seria mais caridoso evitar o nascimento?

É bom ressaltar que não estamos criando uma campanha racista contra os animais SRD (Sem Raça Definida); acreditamos que a castração é necessária para TODOS os animais, sejam eles de raça ou não. Infelizmente hoje em dia o abandono de animais se democratizou. Isso não ocorre apenas com animais sem raça ou mestiços. Por várias questões temos animais abandonados de raça pura, às vezes animais até com pedigree.

São muitos os motivos que levam o animal à condição de abandono, mas uma coisa é certa, animais de raça acostumados a uma boa ração, água e veterinário, têm muito menos chances de sobreviver nas ruas.

Entendemos que a única alternativa ideal seria que todos castrassem os seus animais, deixando a reprodução somente a entidades cinófilas ou clube de gatos, que manteriam um controle de raças.

Pense bem: se você não é criador, porque vai reproduzir o seu animal? Lembre-se:Um animal a mais que você reproduza está roubando o lugar de um que já nasceu e que provavelmente será sacrificado por falta de um dono.

Se você tem condições de ficar com a ninhada toda do seu animal, ou tem condições de doá-la entre seus amigos, por que então não fazer um verdadeiro gesto de bondade? E em vez de trazer novos animais ao mundo, adotar aqueles, caso não encontrarem um lar, irão para o sacrifício nas zoonoses, ou os que estão em abrigos prontos para receber uma família?

O Que é a Castração/ Esterilização?

Consiste na retirada de ovários e útero das fêmeas e dos testículos no caso dos machos. Machos e fêmeas podem ser esterilizados a partir dos 03 meses de idade, sem acarretar riscos à sua saúde. Dependerá apenas do seu veterinário conhecer a técnica de castração de filhotes.
O animal não sofre, pois a cirurgia é realizada sob anestesia geral.
Para isso o animal deve estar em jejum.

Esterilizar é um ato de amor ao seu animal!

Esterilizando o seu animal, você não só estará mostrando que é um dono responsável e consciente, preocupado com a causa animal, mas acima de tudo, estará proporcionando melhor quantidade e qualidade de vida para ele. São várias vantagens que seu amigo peludo obtém sendo castrado, veja algumas:

Vantagens da Esterilização/Castração

  • Menor risco de câncer de mama, útero, ovário e próstata;
  • O macho perde o hábito de urinar para demarcar território, porém continuará a ser excelente cão de guarda (a maioria dos cães da polícia militar são castrados, para que não desviem a atenção ou não se tornem agressivos com outros cães);
  • O cio e o sangramento nas fêmeas deixam de ocorrer;
  • O animal fica mais caseiro e assim acabam as fugas, que resultam em atropelamentos e maus tratos;
  • Termina o incômodo do barulho em função do cio;
  • A esterilização favorece a qualidade de vida do animal.

Mitos da Castração - Saiba da verdade!

  • O animal castrado não engorda, apenas precisa de menos alimento e mais exercício;
  • Os machos não ficam “gays” (rs!). Aliás, o comportamento “homossexual” entre machos normalmente acontece quando não são castrados;
  • A cirurgia é indolor, feita sob anestesia geral. Em 1 ou 2 dias o animal retoma suas atividades normais;
  • Machos castrados não perdem o instinto de proteger o território. Apenas deixam de urinar pelos cantos e de procurar fêmeas para cruzar;
  • Fêmeas não precisam ter a primeira cria antes de serem castradas.
  • Procriar não é sinônimo de saúde.

Acreditamos que a vida de cães e gatos, devido a superpopulação, tornou-se vulgar, barata, por isso não desperta a atenção das pessoas. Já dissemos que existem centenas de animais de raça para serem doados, mestiços lindos, SRD adoráveis, mas ninguém os quer. As pessoas escolhem cor, tamanho, pelagem, etc... etc... por que são muitos! Quanto mais rara se tornar a vida, mais valiosa ela se tornará! Já imaginaram se em todo lugar que cavássemos a terra encontrássemos ouro? Quanto o ouro valeria?

 

Fonte: Arca Brasil

4 comentários:

Fabiana disse...

Parabéns! Viciei no blog... rs

Anônimo disse...

Lindo trabalho de vocês, que bom que existem pessoas como vocês. O blog ta lindo...
Joana

Anônimo disse...

Essas informações são fantásticas. É disso que a população precisa saber para que possamos juntos ajudar a controlar o indice de natalidade animal, os maus-tratos e poder proporcionar um nível melhor da qualidade de vida de cada um desses animaisinhos. Se cada cidadão fizer a sua parte contribuindo pro bem do outro e consequentemente pro seu próprio bem, as coisas realmente começarão a mudar de fato e todos nós sairemos ganhando. Obrigada pela coragem e amor com que tratam a vida. Um beijo grande no coração. Gí Gorgônio.

Anônimo disse...

Adorei o trabalho de vcs, gostaria muito de poder ajudar alguns animais maltratados,nao sei o que fazer, nem como fazer, pois presencio maus tratos no meu vizinho.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

GUSTÃO - O nosso amigão

/
Gustão está aqui para lhe ajudar a entender as necessidades de um cão. Ele pode sentar, deitar e rolar. Você pode manter Gustão entretido jogando bola ou dando-lhe um osso. Para fazê-lo sentar–se, dê um duplo clique com o mouse no chão perto dele. Um duplo clique novamente para fazê-lo deitar-se. Então segure o botão do mouse para baixo e ele vai rolar.