25 agosto, 2010

Porque adotar um animal adulto sem raça definida?

 

Neste vídeo uma fofinha que chega da cirurgia de castração, filhotinhos que chegaram ontem almoçando e brincando com os adultos, soninho após o almoço. Tranquilidade proporcionada por todos os nossos colaboradores e voluntários. Alguns resgatados na rua, outros dispensados por seus “tutores”, aqui esperam sua visita, e quem sabe, a oportunidade de terem uma família que os ame e os trate com a dignidade que merecem.

No momento da adoção de um animal, as pessoas evidenciam clara preferência pelos filhotes. Mas, adotar um cão adulto tem grandes vantagens. Mesmo quem já criou animais, costuma se esquecer da fase de crescimento que sempre é muito trabalhosa e requer uma reserva de paciência que, às vezes, as pessoas já não possuem.

Na adoção de um animal adulto o trabalho é sempre muito menor, pois ele passará apenas por um período de adaptação à nova casa. Este período é quase sempre muito curto, pois o animal adulto que vem de um abrigo ou é retirado das ruas tem muita gratidão pelas pessoas que o recebem em seus lares e demonstrará essa gratidão claramente tornando-se, em muito pouco tempo, um companheiro fidelíssimo, obediente e muito carinhoso.

Além disso, será um guarda como poucos, capaz de defender com a própria vida o seu novo lar e as pessoas que o acolheram.

Ao contrário do que muitos acreditam, o cão adulto, quando adotado, aceita muito facilmente a mudança em sua vida (que sempre será para melhor), tornando-se um animal muito alegre que, certamente, será o maior amigo de seu benfeitor.

Por que um sem raça definida (Vira-lata)?

Mistura de muitas raças, de porte grande, médio ou pequeno, pelagem longa ou curta, pretos, brancos, amarelos, cinza, pintados, tigrados, eis o vira-lata, um cão forte, saudável e muito amigo.

Hoje chamado sem raça definida, ou seja SRD, o vira-lata é um cão formidável, que nada fica a dever aos cães de raça pura.

A mistura de raças favorece o fortalecimento desse tipo de animal, ao contrário daqueles de raça que muitas vezes carregam hereditariamente algumas características que os tornam sensíveis a determinados fatores ambientais ou genéticos como propensão a doenças de pele, olhos, alergias etc.

Do ponto de vista do temperamento os vira-latas em geral são cães alegres e sociáveis. Os de porte pequeno são ótimos cães de companhia, os de porte médio ou grande cumprem com galhardia a tarefa de guardiões de propriedades. Podem ser adestrados tal qual os cães de raça e, como são inteligentes, aprendem com facilidade o que lhes ensinam.

Alguns nasceram em casa, outros na rua. Outros ainda, são frutos de cruzamentos de animais de raça e assim surgem eles, os mestiços, que não deixam de ser viralatas.

Na maioria das vezes desprezados por não terem "pedigree", que é o atestado de pureza de raça, eles sofrem muitas injustiças principalmente porque não têm valor de mercado ou não correspondem à vaidade de certas pessoas que gostam de ostentar seu cão "raçudo."

Independente de quaisquer considerações, o vira-lata é uma presença constante em nossas vidas. Muitos deles são conhecidos em todo o mundo porque se tornaram astros do cinema, outros pertencem à comunidade e são tratados pelos moradores de determinada rua, muitos são companheiros de pessoas infortunadas que vivem pelas ruas e outros ainda vivem em companhia de famílias que os adoram e são tratados a pão-de-ló.

Ser vira-lata não é problema. O triste é ser cão abandonado (e muitos de raça o são), passar fome e frio, não ter carinho, receber pontapés e pedradas. O importante é ser bem tratado.

Afinal de contas ser viralata é ser como nós, povo brasileiro, mistura de muitas raças.

Angélica Bessa

8 comentários:

Anônimo disse...

Nós somos um povo viralata, por isso somos fortes e temos aguentando tanto e lutado tanto. É assim com os peludos. Eu adotei um vira lata adulto, é o que sempre sonhei como cão.

Jana

Suzana Coelho disse...

Oi, Gostaria de fazer uma sugestão: no orkut do abrigo temos acesso fácil às fotos dos animais que estão para adoção. Já no blog, não vi um espaço destinado a esses animais.

É que muitos não tem acesso ao orkut, por isso indico o blog, mas não vejo, nesse espaço, os animais que estão para adoção.

Se eu estiver errada, por favor peço que me ajudem a localizar os animais para doação.

Grata
Suzana

Augusto Abrigo disse...

Jana,

Que maravilha que adotou um vira-lata. Como foi essa mudança em sua vida? Algumas pessoas dizem ser uma experiência maravilhosa. Eu posso afirmar, pois acabo de adotar uma Anjinha do Abrigo, estou feliz feito criança, é uma sensação maravilhosa. Toda a família está ansiosa pela chegada dela, que agora está em uma clínica para fazer uma bateria de exames para eu saber se há algum probleminha de saúde e como tratar, se houver. Já temos uma Beagle e vai ser maravilhoso ver as duas correndo, brincando e podermos ajudá-las a crescer felizes.

Essa sua idéia de que o povo brasileiro é vira-lata é interessante, somos mesmo uma mistura (nem sempre boa) de personalidade e caráter diferenciados. Mas eu considero os vira-latas, uma raça mais pura...

Quando virá em Brasília novamente?
Quando vier, esperamos sua visita que será muito gratificante como foi da ultima vez. O Erasmo e o Pretinho estão esperando seus carinhos. Aliás o Erasmo anda evoluindo muito bem, ele agora corre mais e brinca mais do que antes, ele gosta de ficar com os cães que tem o dobro dele. Até dá corridão, latidão, está todo dono do pedaço, um amor. O Pretinho é aquela mansidão que você conhece, carente, não pode ver um colinho que pula em cima, como fez com você, só que com você ele conseguiu passar a tarde inteira. E isso Jana é o que precisamos mesmo, de verdade, pessoas que cheguem no Abrigo para passarem uma tarde brincando com eles, fazendo carinho, dando amor e atenção. Nos adoramos aquela farra que eles fazem quando chega visita.
Tenha um bom fim de semana
Abraços

Angélica Bessa

Augusto Abrigo disse...

Suzana Coelho,

Nosso blog não tem como objetivo principal, divulgar nossos animais para adoção, por isso estes estão no slide no canto direito superior, com o título NOSSOS ANJOS.
Para quem não se satisfizer com as fotos em formato slide, temos os vídeos, que é uma forma de, observar os animais em movimento, ver seus rabinhos batendo, ouvir seus latidos e miados e assim o interessado tem idéia real de todos os animais que estão conosco e como vivem, com uma proposta até mais interessante, ao nosso modo de pensar, do que ficar algum tempo clicando em fotos.
O blog tem a intenção de conscientizar o ser humano sobre os problemas de animais abandonados, sofridos, abusados e mal tratados pela imprudência e negligência humanas, bem como de divulgar nossas ações como mutirões, trabalhos que realizamos e dificuldade que estamos vivenciando.
Com o blog objetivamos encontrar ajuda tanto de pessoas físicas e de outras entidades protetoras de animais que estão em condições mais favoráveis do que a nossa, para que se sensibilizem também em nos ajudar a proporcionar condições para melhorar a qualidade de vida de nossos protegidos, tendo em vista que o objetivo é o mesmo, o de proporcionar uma vida melhor aos animais.
Também será em breve lançada uma campanha para a realização do término da construção de nossa maternidade, onde ficarão todas as mãezinhas que estão amamentando, em condições muito melhores do que estão agora. Inclusive, lhe convido para nos fazer uma visita e quem sabe você pode sensibilizar-se com o nosso trabalho e nos ajudar a encontrar entre os seus, que você indica o blog, pessoas e instituições que possam nos ajudar a terminar as obras importantes. Atualmente as obras da maternidade estão paradas tendo em vista a falta de verbas para terminar a parte de serralheria.
Não divulgamos imagens de animais no blog justamente porque o blog tem um alcance maior. Como alguns nos chegam após sofrerem maus tratos, abusos e até mesmo zoofilia, procuramos não expô-los tendo que vista que o seu algoz possa localizá-lo tentar uma adoção e novamente torturá-lo. Nossa prioridade é proteger, dar uma vida melhor, vê-los sorrindo e abando o rabo, e existem muitos desses assim conosco, que sofreram horrores e agora estão bem e recuperados física e emocionalmente, como exibimos nos vídeos.
O blog foi justamente criado para pessoas que não tem Orkut poderem além de saber da nossa existência, ir ao Abrigo para ter uma visão muito mais adequada de nossos animais do que os que têm acesso apenas pelo Orkut.
Queremos mesmo que as pessoas conheçam o Abrigo nos dando também oportunidade de conhecer os pretendentes à adoção. Também para termos tempo de informar tudo que se faz necessário para o ato da adoção como conscientizar sobre vacinas, alimentação, cuidados com os mais idosos, cuidados especiais com os que têm alguma deficiência e também para que os visitantes saibam que nossos protegidos, tanto filhotes como os adultos apenas saem para adoção após estarem em condições de saúde plena, ou seja, castrados, vacinados, vermifugados e com a primeira consulta veterinária realizada e aguardarem o tempo certo de buscar seu novo membro da família.
Nossos protegidos apenas saem do Abrigo quando temos a certeza de que encontramos o adotante certo para o perfil e a necessidade de nossos Anjos de Patas e por isso raramente, quase nunca, temos animais devolvidos após uma adoção.
Quando você puder me enviar seu e-mail, eu poderei lhe enviar noticias mais detalhadas sobre nossas ações e nossas necessidades. Quem sabe até poderemos contar com sua ajuda mais efetiva?
Tendo em vista que você em outra ocasião nos sugeriu algo em relação ao blog demonstrando interesse por nosso trabalho, sinta-se à-vontade para sugerir e opinar sempre que desejar, assim nos permite a oportunidade de esclarecer dúvidas para você e para outras pessoas que talvez tenham a mesma dúvida.
Nossos voluntários se disponibilizam para levar os interessados até o Abrigo, basta um contato telefônico ou por e-mail, ou pelo blog e viabilizamos tudo.
Angélica Bessa

Anônimo disse...

Oi, Angélica, se for possível, então, coloco-me à disposição para levar algum interessado ao abrigo para conhecer os animais. Moro em Águas Claras. Qualquer coisa, então, entre em contato. Suzana (uliancoelho@uol.com.br). Abç fraterno.

Augusto Abrigo disse...

Suzana,

Será um prazer termos você como colaboradora também. Obrigada pela sua ajuda. Vou avisar a Eliane que você está se disponibilizando também e assim que algum interessado perto de Águas Claras se interessar ela mesma liga para você. Assim que ela faz conosco.

Um abraço...

Angélica Bessa

Maria Caroline disse...

Adorei o texto!!

A vida inteira adotei vira-latas, desde criança todos os cachorros que tive foram vira-latas maravilhosos. Na faculdade fui presenteada com um pinscher que durante 9 anos foi o meu único filho. Vi o Augusto Abrigo no orkut, vi o blog e decidi que tinha que ir até lá para ter um outro cãozinho para companhia do meu Billy e para ser o outro anjinho da minha vida. Foi assim que conheci a Bela. A Eliane nos apresentou e ela veio para casa comigo. Um doce, um sonho de cachorrinha. Muito amorosa, carinhosa, inteligentíssima. Ela já era adulta e ficou um pouco tristinha no início, tentava fugir e foi um pouco difícil para ela se adaptar a nós. Eu não gosto de deixá-los solto no jardim, sozinhos lá fora, pois sei que nem todas as pessoas desse mundo gostam de cachorro. Gosto dos meus animais comigo, dentro de minha casa, de levá-los para onde quer que eu vá e como ela já vivia no abrigo há bastante tempo teve dificuldade de se adaptar a isso. Mas, agora que ela já está aqui há 40 dias posso afirmar que ela está vivendo muito feliz em nossa casa. Contratei um adestrador para ajudar-me a deixá-la um pouco mais tranquila e menos dependente. Ela aprende absolutamente tudo o que ensinamos na maior facilidade. Ela e o Billy não são grandes amigos, mas convivem bem um com o outro. Ela é uma vira-latas de pedigree... posso garantir! É perfeita!
Beijos a todos do abrigo que fazem este trabalho tão maravilhoso!!

Augusto Abrigo disse...

Maria Caroline,

Que bom que veio nos visitar.
Agora eu sei bem o que você sente. Eu também adotei uma menininha do Abrigo ha uma semana. Comigo foi uma coisa de amor a primeira vista. Eu estou sempre indo lá, pois sou eu quem faço o blog e estou sempre colhendo imagens de lá.
Um dia cheguei e vi aquela coisa linda, era nova, ela veio correndo para mim como um furacão. Meu coração esquentou e abriu-se em flor. Não conseguia esquecê-la, sonhava com ela, e em uma outra visita lá, ela veio de novo, e quando eu fui embora ficou latindo, olhando para mim. Isso foi em uma sexta-feira. Resultado: Passei o fim de semana inteiro chorando, chorando pois eu tinha certeza que meu marido não iria permitir que eu a trouxesse, tendo em vista que já temos uma Beagle e moramos em apartamento.quando viajamos levamos a Berkana sempre conosco e sei que seria dificil levar duas, e tantas outras coisas que eu entendo que seriam impedimentos.
Meu choro não era desesperado, era daqueles que a lágrima escorre sem a gente fazer força.
No fim, deu tudo certo, os detalhes te conto depois por e-mail.
A felicidade é tamanha que nem dá para explicar. Gostaria que você me informasse sobre o adestrador.
Dê uma olhadinha no link cães para ver quem está lá, acho que você vai gostar. Fiz em homenagem a sua adoção, pois a Bela, que para nos sempre foi a Pedrita é muito especial, é maravilhosa, meiga, carinhosa, enfim, você sabe bem pois convive com ela. Me emociona falar deles, pois por mais que desejamos que sejam adotados, morremos de saudades.


Um beijo grande,

Angélica Bessa

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

GUSTÃO - O nosso amigão

/
Gustão está aqui para lhe ajudar a entender as necessidades de um cão. Ele pode sentar, deitar e rolar. Você pode manter Gustão entretido jogando bola ou dando-lhe um osso. Para fazê-lo sentar–se, dê um duplo clique com o mouse no chão perto dele. Um duplo clique novamente para fazê-lo deitar-se. Então segure o botão do mouse para baixo e ele vai rolar.